Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Comboio a Vapor

por Closet, em 15.06.10

 

És como um comboio a vapor

lento, barulhento, ensurdecedor...imortal.

O tempo passa por ti, trilhando o desejo carnal

a obssessão invencível,

que é transpirar o vapor do teu cheiro,

Transpor o latão insensível,

o impenetrável apetecido.

És como um comboio antigo

que ainda percorre caminhos imensos.

Intensos,

como os breves momentos contigo

enrolados em memórias da imaginação.

Pontas soltas

trespassadas na fronteira da razão.

Bastava um sorriso volátil, numa carruagem qualquer

e podia ser tua mulher

neste comboio sanguinário

que viaja em terreno movediço.

Podíamos juntos correr o mundo,

mas descarrilámos, por destino ou feitiço,

algures à beira da estrada.

Sem rumo.

Sozinha, acidentada

Ainda tenho a miragem do comboio antigo, 

a passar devagarinho.

E estremeço no confronto do olhar encenado

Mas sei hoje que és só isso,

um comboio a vapor descarrilado.

 

 

publicado às 01:26


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Posts recentes


Posts mais comentados