Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cartão de Fidelização

por Closet, em 03.02.09

Hoje fui colocar o meu fato de ski na lavandaria. Não é que o pense usar nesta época, na verdade não estou a pensar partir mais nada por enquanto, ainda tenho umas 3 semaninhas de fisioterapia para me entreter e com certeza muitos raios X e endossimetrias, ou algo semelhante, para fazer e refazer, pois que nunca é demais olhar para os meus ossos... adiante.

O fato é mesmo para emprestar a uma amiga e lá fui eu a uma lavandaria perto do meu trabalho  fazer aquilo que, acho, é vulgar numa lavandaria - entregar algo para lavar/limpar... ERRADO!

Depois de ter estado mais de 15 minutos á espera, e só tinha um senhor á minha frente, por 3 vezes uma senhora magrinha, baixinha, cerca de 55 anos, ohos esbugalhados por debaixo de uns óculos redondos de armação castanha me perguntou "é para levantar?"... ao que eu lhe respondia "não, é para deixar", "ahhh tem de esperar" respondia a criatura esbugalhada...

Eis que chegou a minha vez, ansiosa larguei o fato e ía começar a dizer o que queria quando a criatura me perguntou "Tem cartão daqui?", respondi logo um "Não" mas a senhora deixando o meu fato completamente ao desleixo disse "Então tem de fazer, diga-me o seu nome" e dirigiu-se para a caixa onde estava uma colega rechonchuda, de cabelo curto encaracolado, cerca de 45 anos, já pronta a digitar o meu nome.

Ora, eu estudei marketing e tentei, com a minha cara mais simpática, a 26, explicar-lhes que não queria o cartão, que estes cartões se destinam a quem frequenta a loja várias vezes e que eu, lamentavelmente, não fazia tensão de voltar lá, pelo menos dentro dos próximos... 10 anos, more or less.

As duas criaturas olhavam-me de cima a baixo, e em alguns instantes cheguei a pensar se seriam reais ou uma miragem... eis que me responderam "Não faz mal, se é a 1ª vez que aqui vem tem de fazer o cartão de fidelização". E ponto final. Nem mais. Aquilo era lavagem cerebral à séria e ainda pensei em contactar a APAV pois as senhoras tinham sido vítimas de tortura psicológica... Give upp... dei-lhes o meu nome e número de telefone, tudo o que queriam... esperei mais 10 minutos até elas encontrarem a letra F no teclado "ah...afinal está aqui...", uau, confesso que tive receio deste teclado ter vindo sem esta tecla...e depois mais 15 minutos para encontrar o fato de ski no menu do PC... chamam outra colega com um grau de inteligência mais sofisticado e, essa sim, encontra, "ahhh não é fato de ski é macaco de ski...como é que não me tinha lembrado?" Wonder why??

Bom... e no fim, cadê o dito cartão?? "Ahhh espere só um bocadinho que a  minha colega vai buscar o cartão lá dentro". Confesso que pensei que seria um cartão sofisticado, já com o embossing do meu nome... e 10 minutos mais tarde... eis que chega a senhora esbugalhada a arfar como se tivesse feito uma maratona, mas sorridente com o dito cartão na mão. "Ora, muito bem, disse que o seu nome era....?" e lá começou tudo outra vez... agora tinha de escrever no cartão... que era mesmo de cartão, que não servia para nada, nem embossing, nem banda magnética, nem código de barras...hello?? Olhei desesperada para a senhora que continuava com os olhos abertos como se tivesse visto um fantasma e acalmei-me...tirei o talão da carteira porque "á e tal, era preciso o número que estava lá escrito", voltámos á lenga lenga do telefone, é a primeira vez sim senhora, e a última também by the way, é só uma peça muito obrigada...espero que sobreviva...

Agora no meio daquela maluqueira toda, nem me perguntaram o queria fazer ao fato, se tinha alguma nódoa,... who cares?? Já tinha o cartão de fidelização...

 

publicado às 00:46


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Posts recentes


Posts mais comentados