Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Parede branca

por Closet, em 21.05.10

No curso que estou a fazer temos vários exercícos, alguns estranhamente despropositados... Este era para pensar em 5 palavras que nos faziam lembrar uma parede branca e depois escrever um texto com elas... sem ter qualquer relação com uma parede.. well, here it is! 

 

 

 

Palavras: Paz, vazio, ausência, luz, frio

 

 

Caminhava nua pelo passadiço de pedra fria. Era assim que se via, a caminhar sozinha no horizonte. Num envolvente invertido, abstracto, despojado de sentido. Sem casas, pessoas, terra ou mar. Nada. Uma ausência de vida abraçava o seu espectro e conduzia-a para um imenso vazio. Uma ausência de sons, de sensações. Um silêncio triste, abandonado ao vento numa melodia cansada de solidão.

Ao longe via apenas uma luz clara, que a encadeava. Num serpentear que a enfeitiçava, conduzindo vertiginosamente para um abismo que em surdina lhe gritava “vem em paz” – uma voz sumida, gelada. Gelada como o passadiço de pedra fria, onde ela caminhava. E continuava, sem parar. Num passo lento, mas ritmado, mecanicamente como um boneco telecomandado. Seguia em frente. Não via nada. Não se lembrava de nada. Na sua memória despida, não existiam rostos, vozes ou sorrisos. Nem sequer sabia se tinha família ou amigos. Não sabia nada. Um coma profundo.

Via-se apenas ali, sozinha, nua, inexpressiva. Totalmente despida. Sem qualquer sopro de vida. Via-se assim, num caminhar gasto, vazio, pelo passadiço frio.

publicado às 00:00


3 comentários

Imagem de perfil

De miúda* a 21.05.2010 às 12:01

às vezes parecemos paredes brancas á espera de uma paleta de cores que nos pinte. felizmente que as pessoas na nossa vida nos dão cor, a vida seria demasiado ingrata se nos privasse de tal.. :)
gostei do texto, pelas palavras e sentimentos que nos imprime..
beijinhos
Imagem de perfil

De Closet a 23.05.2010 às 19:19

:) confesso que ao ler as palavras que escolhi só me lembrava de como deve ser estar em coma... uma espécie de morte vivida, perturbante, de facto (e não consigo deixar de pensar que por vezes clinicamente não o estamos e na verdade é como se estivessemos...) ... anyway, venha a COR :)
Bjsss***
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.02.2011 às 12:04

adoro este texto está muito bom mesmo!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031