Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Porco Fred

por Closet, em 06.03.09

Sempre sonhei em ter gatos. Mas o meu pai nunca me deixou (até ao dia em que vim de um campo de férias de arqueologia com um no bolso da camisa e… bem…no carro ouviu-se um “miau”…e o meu pai gritou “que é isso??” “…"foi a minha descoberta arqueológica…” Ficou).
Comecei com bichos da seda… mas transformavam-se um borboletas horríveis…Passei para os hamsters, tive 4, Popom e Pantufa, Pompom2 e Pantufa2, original, hein?? Adiante, até porque o último morreu porque o deixei cair da janela, shame on me!
Aos 13 anos convenci o meu pai a aumentar um ‘cadechinho o tamanho do bicho de estimação, e evoluí para o Porco da Índia, que é uma espécie de rato gigante. Pela sua envergadura achei que devia ter um nome “à séria” e chamei-lhe Fred.
Na 1ª consulta de veterinário para fazer a sua ficha perguntaram o nome. Eu, que broto palavras mais rápido que a velocidade do vento, nem pestanejei e disse “Frederico *****” nada mais nada menos que o meu apelido, está claro! O meu pai fulminou-me com os olhos e soltou um “querida, o rato não é da família” e assim o pobrezinho ficou a chamar-se "só" Fred…
Não conformada com a discriminação do bicho, Eu, teenager esperta, achei que o rato tinha de ser letrado e, nem mais, levei-o à escola. Why not? E lá ía o rato assistir às aulas à tarde de electrotecnia, o prof adorava animais e assim lá me ía dando positiva à disciplina sem eu nunca ter acendido um circuito eléctrico. Who cares?? O rato era um verdadeiro sucesso na escola.
E não suficientemente contente por o rato ser barra em geradores e fusíveis, achei que também tinha o direito de andar em transportes públicos, e lá o levava comigo de autocarro. Mas não ía numa gaiola, não senhora, aquele rato nem tinha nada do género… se eu detestava estar enclausurada porque é que iria fazer isso a um bichinho?? Andava à solta pela casa e nos transportes ía confortável dentro da manga do meu blusão de ganga! Isto até ao dia em que uma senhora gritou horrorizada “está a pingar da manga…” escusado será dizer que saí de rompante na saída seguinte…e o blusão foi para lavar, claro!
O rato era uma companhia interessante, e para o ter perto de mim enquanto estudava colocava-o em cima de um banco com uma borracha na cabeça…como ele tinha medo de saltar ficava paralizado naquela “ilha”, quietinho sem se mexer e com a dita borracha em cima (ainda hoje tenho remorsos por isso, que raio de ideia a minha!).
Mas a verdade é que o rato morreu num Inverno e de velhinho, mesmo tendo resistido numas férias em casa dos meus avós a um buraco na barriga, provocado por uma borbulha que rebentou de uma picada de um mosquito, porque ele teve de ficar a dormir na capoeira dos coelhos… pobre bicho, não sei porque não o deixaram ficar dentro de casa??? Foi uma tourada procurar urgências veterinárias por terras da Figueira da Foz…e by the way o meu pai tentou convencer-me que ele era aparentado de coelho e que vivia ali feliz com eles... No way, regressou comigo para Lisboa!
E foi assim a história do meu porco Fred. Hoje sonhei com ele por isso resolvi partilhá-lo aqui!

publicado às 12:15


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Miss M a 06.03.2009 às 13:05

Pobre bicho: ficar preso num sitio alto, com uma borracha na cabeça - isso está ao mais alto nível de tortura... lol
Imagem de perfil

De Closet a 06.03.2009 às 20:09

Nunca pensei nisso, mas se calhar tenho uns instintos meio loucos :)
Sem imagem de perfil

De miúda a 06.03.2009 às 13:56

eu para alem de cães munca tive gatos, vá-se la saber porque gatos ca em casa também têm acesso proibido.
quanto ao fred deve ser dakeles animais inequeciveis que qualquer criança adoraria ter! essa de lhe por uma borracha em cima da cabeça é genial, que pensaria o pobre bicho que aconteceria se por mero acaso ela caisse da sua cabeça, para o deixar tão imovel? ;p
***
Imagem de perfil

De Closet a 06.03.2009 às 22:14

ele era muito obediente, de certa forma devia pensar que era o "poisa borrachas" e cumpria fielmente o seu papel, coitado, devia ter trocicologos e tudo!! Mas que certos homens deviam ser assim bem comportadinhos como Fred, à isso deviam ;-) quieto, está bom assim, não mexe =D
Sem imagem de perfil

De miúda a 06.03.2009 às 22:21

certos homens obedientes? hum acho que era bom demais para ser verdade! mas que era uma beleza lá isso era, já me estou a imaginar no paraiso ;p
Imagem de perfil

De Closet a 06.03.2009 às 23:29

eh pá,,, estamos quase on-line... isto até arrepia ;-)
Sem imagem de perfil

De Cloudy a 06.03.2009 às 14:10

O Fred não pode dizer que teve uma vida monótona! Aliás, provavelmente bem mais agitada que muitos porquinhos da India...
Imagem de perfil

De Closet a 06.03.2009 às 20:08

Ele andava sempre num virote... até foi uma vez a uma feira com carrosseis, pobre bicho deve ter ficado tonto =D crazy me!
Imagem de perfil

De `Na a 06.03.2009 às 14:29

Todos nós temos na nossa vida um animal que soube ser muito mais que um animal de estimação. Eu tb tenho a minha história, com um animal um pouco maior que o Fred. Um animal que ia adorar o Fred até...o meu gatinho preto Mikas, que morreu há 2 anos de doença.
Saudades...
Imagem de perfil

De Closet a 06.03.2009 às 20:07

O Fred marcou-me bastante, confesso que foi uma conquista diária domesticar aquele bichito e não é que ele guinchava mal ouvia a porta a abrir?!
Aquela gatita que trouxe também já morreu doente, agora tenho duas gatas para me entreter, mas uma já tem 10 anos...vamos lá ver...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031