Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Códigos

por Closet, em 05.02.09

 Ultimamente passo 90% do meu dia a falar de códigos.

Implementámos uma nova ferramenta de CRM e basicamente temos andado às cabeçadas com... códigos (bom, hoje juntou-se uma agradável discussão sobre casas decimais, que também tem o seu quê de graça..). Na prática é preciso códigos para isto, códigos para aquilo, códigos gerados automaticamente, códigos forçados, códigos errados, falta de códigos, códigos em excesso... códigos.
Eu detesto códigos . Passei por sorte no exame de código, mas não tive o mesmo desempenho no exame de condução, que chumbei à 1ª por... códigos...who cares se a rua era de sentido proibido? para mim cabiam lá dois carros com jeitinho ;)
Confesso que hoje o meu cansaço psicológico foi too much. E é com esforço que me concentro na ideia “o que não nos mata torna-nos mais fortes” e lá vou pensando que aquilo tudo contribui apenas 5% para a minha felicidade, e vou rasgando um sorriso para todos os que gosto, no way, não têm culpa!
Mas voltando aos códigos, o assunto não é tão linear como parece. Posso mesmo dizer que é um problema social. É que comunicamos diariamente por códigos, mas tenho a certeza que nem todos temos o meu dicionário.
Eu passo a vida a enviar códigos... e a receber códigos que não entendo... os meus ficam com certeza a boiar como cartas dentro de garrafas lançadas ao mar, andam à deriva para quem as apanhar, para quem as conseguir ver...
Disparamos códigos. Incontroláveis. Insanos. Sufocantes. É preciso engenho, motivação, para nos conseguirmos desligar.
Porque nem tudo o que fazemos se explica com palavras. Muitas vezes o que fazemos de mais verdadeiro surge em códigos encriptados. São olhares que se entrenham por mais que lutem por disfarçar, mãos que se tocam num desejo louco por se agarrar, um “tudo bem” que esconde um “tudo mal”, um apertar de lábios que se rasga num sorriso desajeitado, um beijo inesperado, roubado por explicar. São códigos. Ás vezes errados, mal destinados, não correspondidos.. por decifar.

E a terapia acabou com os meus phones a ouvir Runway da Avril e a cantarolar no meio da rua até ao carro, havia pouca gente na rua aquela hora, mas de certeza que qualquer vivalma teria mais medo de mim do que eu dela...

E deixo aqui um pouco de um filme, que é cheio de códigos entre dois perfeitos estranhos, "Antes do Amanhecer"... confesso que sou fã e adoro a conversa do video, teria feito exactamente o mesmo que ela, nunca se sabe se o mundo vai explodir amanhã...just in case, o melhor é aproveitar o AGORA ;)

publicado às 23:07


4 comentários

Sem imagem de perfil

De miúda a 06.02.2009 às 00:22

vi ambos os filmes por um perfeito acaso incompreendido. são um código entendido por eles e de certa forma por quem vê do outro lado, numa estranha cumplicidade a três de descoberta de si mesmos e de uma busca pelos sentimentos, emoções e memórias vividas ou o que fomos demasiado cobardes para viver embarcando numa aventura que no momento pareceu ir contra todas as probabilidades de se realizar...
vivimos por códigos nos dias de hoje não há como fugir, é o preço do avanço tecnologico, ou vai dai das nossas mentes..
beijinho***
Imagem de perfil

De Closet a 06.02.2009 às 23:45

são essas aventuras que, no momento, parecem ter menos probabilidades de se realizar, que são as mais embriagantes... o 1º filme para mim é marcante, é que imagino-me naquela viagem ;)
Quanto aos códigos... lá terem de os decifrar =D
Beijinhos
Imagem de perfil

De `Na a 08.02.2009 às 00:06

De facto, os códigos são um dos males da nossa sociedade modernizada. Usa-se e abusa-se dos códigos e esquece-se o significado e a importância das verdadeiras palavras...esses pequenos nadas...que são tudo!
E por falar em palavras, excelente escolha de palavras essas dos filmes Before Sunset e Before Sunrise...com certeza uma das mais belas expressões de amor. Gosto mais do Before Sunset...aquelas conversas estão tão bem construidas que traduzem fielmente a verdadeira essência da vida. Gosto. Já vi umas duas ou 3 vezes:) Era menina para ver uma outra vez...
Imagem de perfil

De Closet a 08.02.2009 às 21:34

Eu também já vi o 1º filme 3 vezes (o 2º ficou muito aquém para mim, mas tb as expectativas eram grandes!)... e estou com vontade de o alugar outra vez assim numa noite destas...
Quanto aos códigos... estou fartinha deles, de todos em geral... é que eu não tenho problemas de comunicação e até gosto de ser directa a falar.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728