Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gargalhadas

por Closet, em 31.01.13

 

 

Há 4 anos e meio aventurei-me no mundo dos Blogs.

E entrei ao meu estilo tão próprio: sabendo ZERO sobre o assunto.

Não era leitora de blogs, tão pouco era assídua de internet, nem sequer tinha um email pessoal. ZERO!

 

Com o tempo, fui descobrindo como funcionava, entre textos de risos, desabafos e historias inventadas. Apareceram amigos de onde não imaginava. Tinham nomes diferentes, como o meu "Closet", e os seus rostos eram feitos de palavras.

 

Depressa este Closet tornou-se o meu quarto encantado, um lugar viciante, um escape diário. Nem sempre foi um lugar pacífico, por vezes revelou-se controverso, inquietante e agitado. Talvez pelo rumo que tomava, a certo dia fartei-me dele e fechei-o, entre o triste e amuada, a sete chaves. Por vicio, abri outro blog, escondido em lugar incerto, num discurso cruzado.

Mas com o tempo, tive saudades do Closet, e reabri as portas para escrever para a Fábrica de Histórias que tinha regressado. Deixei-o assim despido, a meio gás, desabrigado.

 

Hoje, espreito para dentro dele e vejo um pouco de mim espalhado em cada prateleira erguida, em cada gaveta desarrumada. Vejo roupas antigas que reclamam vida, cabides vazios a implorarem ser usados.

Tenho tão pouco tempo no meu dia-a-dia, mas não resisto a rodar a chave, abrir as portadas.

E por instinto, pinto o Closet com a essência da sua origem, a diversão da sua abordagem.

Isto não e um lugar de conversas tristes e dramáticas. Tão pouco onde se aprenda cultura e muito menos as regras do acordo ortográfico! 

Vou escrever como quem conversa baixinho, sobre as minhas pegas com os maquinistas dos comboios, as histórias dos phones perdidos e todos os fios enrolados. A moda que não quer nada comigo e as 365 promessas de dietas falhadas. O desporto que não pratico e as conversas descabidas com desconhecidos que encontro por onde passo. Todos os mal entendidos da vida e os sonhos mais ridículos que nos atrevemos a sonhar. As roupas que visto e não visto, os livros que leio e filmes que vejo e todos os devaneios que me der vontade.

Sinceramente... Quero sacudir o pó com gargalhadas!

 

Para relembrar o primeiro post do Closet.

publicado às 00:07

PÁRA tudo!

por Closet, em 26.01.13

 

Esta é daquelas imagens que ataca o meu imaginário mais cor-de-rosa, talvez mais próximo do conto de fadas. Ok, um conto de fadas moderno vá, e na estrada, e um carro em vez de um castelo e com a princesa a conduzir, vá, eu disse moderno...

 

E é com um sorriso nos lábios que olho para esta imagem e penso institivamente:

ISTO PODIA ACONTECER-ME! 

Pára tudo!! É que podia mesmo! Eu conduzo!

Ora, os únicos impedimentos são:

ponto nº 1) eu não tenho um descapotável... (um problemazinho... a avaliar a possibilidade de serrar o tejadilho do meu Peugeot 107)

ponto nº 2) eu não circulo em estradas de 2 sentidos sem separador... bahhh

Arranquem aquela coisa de cimento da A5 sff! é que no mesmo sentido não dá, a menos que eu importe um carro inglês, e ainda assim apanho um torcicolo em tal acrobacia ... bahhh 

 

publicado às 00:39

pleaseeee :)

por Closet, em 15.01.13

publicado às 00:15


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031