Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sai da frente!

por Closet, em 26.10.10

 

 

Sai da frente! Não quero olhar para ti.

Odeio o teu cheiro, as tuas palavras, o teu olhar irritante

Não suporto ouvir-te falar, a tua voz,

O contorno do teu corpo num andar vacilante.

Não quero que me olhes, provocante.

Não quero saber de ti.

Sai da frente!

Não fiques aí, parado na minha frente.

Não suporto o teu sorriso esboçado, a roçar o indiferente.

Quero acabar este teatro

A encenação mirabolante que nos prende.

A tua voz rouca, gasta, arrastada

a minha boca molhada, sedenta por ser beijada

a pele embriagada na tua, sequiosa

as mãos a deslizarem numa dança nervosa

o corpo destilado, num prazer inconsciente,

A euforia da fantasia

A ilusão demente

Sai da frente!

Sinto-me a desejar-te, novamente.

Tags:

publicado às 23:50

Discursos ridículos

por Closet, em 26.10.10

 

Gostava de comprar um tradutor automático para todas as frases disparatas, mal amadas, aquelas cobardes que se dizem erradas, quando se quer dizer outras totalmente diferentes mas que são acometidas de um orgulho embrutecido…

Por exemplo:

"olá, já voltaste?" = "até que enfim, nunca mais vinhas"

"quanto tempo estiveste fora?" = "bolas, tanto tempo, senti saudades tuas…"

então, como foi a viagem?” = “gosto de te ver por aqui, sabias?”…

"não sei porque te estou a contar isto" = "apetece-me tanto falar contigo"

....

e poderia continuar numa lista mirabolante de discursos paralelos orgulhosamente absurdos e ridiculos...

Eu sou uma pessoa sincera, gosto de dizer o que sinto e não compreendo sequer conversas destas sem sentido ... por isso doi-me a alma se, por vezes, tenho de entrar em certos jogos de palavras mascaradas e feridas.

 

Tags:

publicado às 00:57


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31