Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O 1º amor

por Closet, em 27.08.10

 

- Humm… Olá..

- Sim?...

- Ãããã… quem fala?

- isso pergunto eu? Quer falar com quem?

- Ahh… bem, eu - gagueja - eu ando á procura do meu 1º amor

- E porque acha que sou eu?

- Tem o mesmo nome na lista telefónica… pensei que podia mas,... já vi que não é, desculpe.

 

Já passou tanto tempo, mais de metade da sua vida. E, de repente, sem pensar, decidiu procura-lo. Sem medos, sem receios. Nem porquês.

Mas percebe que há muito tempo se desfez de tudo o que tinha dele. Sobreviveu apenas um nome e um rosto na memória. Frases ébrias, soltas, enevoadas, enroladas numa bonita história. Sobreviveu a sua voz inconfundível, oriunda de lábios carnudos e quentes, um olhar inesquecível, olhos cor de mel, enormes e carentes. Mas tudo isto, sem ser fantasia, de nada lhe servia para o encontrar.

E com o tempo, endurecendo o corpo e a mente, acabou por o deixar. “Morreu”, repetia, convencendo-se do impossível: o 1º amor nunca morre, sobrevive como um fantasma toda a vida. Anda à sua volta como uma sombra, segue-a para todo o lado e, mesmo tendo-a derrotado, é nesse amor fantasma, na sua genuinidade e euforia que ela ainda hoje se abriga. Nos momentos de desilusão, abraça-o com força e sente-o como antes, a ocupa-la por inteiro, com a mesma paixão. O 1º amor é uma espécie de apagão, um estádio híbrido entre a morte e a vida.

Tantos anos depois, mais de metade do que já viveu, conseguiu o que só em sonhos previa. Encontrou-o, tem o seu contacto, viu-o numa fotografia. Sabe que está longe, mas não se importa. Mesmo distante, está vivo e feliz. Repete. Vivo. E sabe, nesse mesmo instante, alucinante, que voltará a vê-lo um dia.

 

Inspirado em:

 

“(…) O primeiro amor ocupa tudo. É difícil sequer reflectir sobre ele. O primeiro amor leva tudo e não deixa nada. (..) Não há amor como o primeiro. É o único que estraga o coração e que o deixa estragado. (…) O primeiro beijo é sempre uma confusão. Está tudo a andar á volta e não se consegue parar. (…)

O primeiro amor está para além das categorias normais da dor e do prazer. Não faz sentido sequer. Não tem nada a ver com a vida. (…)

Não há regras para gerir o primeiro amor. Se fosse possível ser gerido, ser previsto, ser agendado, ser cuidado, não seria primeiro. A única regra é: não pensar, não resistir, não duvidar. (…) o primeiro amor sofre-se principalmente por não continuar. Anos mais tarde, ainda se sonha retomá-lo, reconquistá-lo, acrescentar um último capítulo mais feliz ou mais arrumado. Mas não pode ser. O primeiro amor é o único milagre da nossa vida - e não há milagres em segunda mão. É tão separado do resto como se fosse uma primeira vida. Depois do primeiro amor, morre-se. Quando se renasce há uma ressaca. (…)

Mas é por ser insustentável e irrepetível que o primeiro amor não se esquece. Parece impossível porque foi. Não deu nada do que se quis. Não levou a parte nenhuma. A força do primeiro amor vem de queimar - do incêndio incontrolável - todas aquelas ilusões e esperanças

Se fôssemos para todos os outros amores com o coração semelhantemente alucinado e confuso, nunca mais seríamos felizes. É essa a tristeza do primeiro amor. Prepara-nos para sermos felizes, limando arestas, queimando energias, esgotando inusitadas pulsões, tornando-nos mais «inteligentes».

É por isso que o primeiro amor fica com a metade mais selvagem e inocente de nós. Seguimos caminho, para outros amores, mais suaves e civilizados, menos exigentes e mais compreensivos. Será por isso que o primeiro amor nunca é o único? Que lindo seria se fosse mesmo. Só para que não houvesse outro. “

Miguel Esteves Cardoso - Os Meus Problemas (1988)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

Felicidade é...

por Closet, em 24.08.10

 

 

Assim foi o fim-de-semana por terras de Aljezur, Arrifana... por ali num paraíso por entre vales.

 

 

Com pranchas, fatos, lycras.. os meus Ninjas!! (fizeram uma pausa dos avós)

 

 

AMIGOS que nos abraçam com palavras, gestos e olhares. Em que sentimos, num aperto sincero de momentos unicos, que gostamos tanto deles e eles de nós "ena, que saudades vossas!" uma algazarra com tantos adultos como crianças,

 

 

e a confusão é sinónimo de alegria, tudo se encaixa e faz sentido, e juntos partilhamos, salgados e felizes, mais um por-do-sol das nossas vidas.

 

 

 

Porque a vida deve ser vivida, saboreada ... num percurso simples e não fazer dela uma escalada árdua de uma fachada rochosa íngreme. Loucos os que pensam demais e vagueiam solitários pelo culto do inacessível. A cada dia que passa mais me convenço que ser feliz é ... amar incondicionalmente e não pensar nisso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:29

Um dia...

por Closet, em 20.08.10

 

 

Se pudessemos apagar um dia na nossa vida... um dia...

assim, de repente, eu apagaria um fim de tarde assim

 

 

Deixava a cerveja por beber

o desejo incontrolado arrefecer

naquela areia fria,

onde o olhar perdeu-se no teu

afogou-se e, lentamente, veio a tona,

sobreviveu.

Mas apagando aquele dia,

sei que te vou esquecer

hoje, amanhã ou depois

sem pressa nem correria,

a morte que é não querer ver

apagar-te simplesmente

sem crueldade ou hipocrisia.

 

Esta é a história do Rei que nunca terá a Rainha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:09

Ããããã??? Ahh, oláaa

por Closet, em 19.08.10

Take 1) A Vitamina dos Velhos

 

Marquei consulta no fisiatra porque, na verdade, as dores no braço não só não passaram como, por alguma arte mágica, se alastraram para o outro braço e voltei a ficar toda empenada... adiante...

Depois de uns movimentos de contorcionismo a mostrar que sei fazer o 4, consigo chegar com os dedos ao chão sem dobrar os joelhos e tipo robot gesticular para cima e para baixo de baços esticados e com a cabeça curvada... oh God... à 3ª tive de dizer "já chega?"... e lá fui empurrada para baixo mais uma vez.... anyway... lá vou eu radiante para um RX e enfiar-me no spaceshuttel para uma ressonânia à coluna (desta vez levo um CD de musica...). Nos entretantos, como tenho dormência e formigueiro nas mãos, receitou-me umas ampolas não sei do quê e uma vitamina...

"Quêeee??" perguntei logo "isso não engorda??"... Garantiu-me que não...just in case, na farmácia voltei a questionar "olhe lá, essa vitamina não engorda?"... reposta pronta hiper sensível "Nãooo, esta é assim para mais velhos"...

Ok, pronto, estou a tomar portanto a vitamina dos Velhos, já percebi, tipo reumático, artroses... giro...

"ok, prefiro as que engordam sim???" pfff

 

Take 2) Ahhh... hummm... Oláaa...

 

Combinei um fim de tarde com uma amiga, fomos comer um sushi junto ao rio e estávamos felizes em amena cavaqueira a derrubar uma garrafa de vinho branco fresquinha quando os dois senhores do lado se levantam para ir embora e um dirige-se a mim:

- Oláaaa, como está? Então, um boa noite...

Segundos de paralisia, meio inundada pelo vinho, meio pela tendência inata para a confusão e despistanço...

Sorri... e balbuciei "ahhh... hummm... oláaaa"...

pensa, pensa, pensa...tu conheces...pensa.... e saiu-me

"então como estão a correr a vendas? que corra tudo bem, sucesso" disse com um sorriso rasgado...convencida por momentos que se tratava de um escritor que apenas vi duas vezes (num curso e no lançamento do seu ultimo livro em Maio) e é meu amigo do Facebook... Ele sorriu estranhamente para mim acenando e foi-se...

Ia eu a explicar à minha amiga de onde o conhecia tipo, "perfeitamente, foi ao meu curso de escrita e eu fui ao lançamento do livro dele, tratou-me como se fosse da família"... e de repente fiquei paralisada... upsss...não, aquele não era o escritor....comecei a ver a cara do escritor na minha cabeça, era parecido, sim, mas não era aquele... pensa, pensa....

oh God... era... ou pior... "É... o Otorrino dos meus filhos"... que nódoa....

E por sorte eles têm uma consulta marcada já para Setembro... shit shit shit... e eu a desejar-lhe "boas vendas"...só se for de amígdalas... sim, ele já operou o meu filho mais velho há uns anos, deve ter ganho um bom dinheiro com elas... shame on me... vou treinar a minha cara 28 para o dia da consulta "quem? eu?... humm... devia ser a minha irmã, é muito parecida!!" 

Crazy day...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:32

Corredor estreito

por Closet, em 17.08.10

 

De repente o mundo tornou-se um corredor estreito e apertado,

para os dois passarem sem se raspar.

Avançam desamparados. De olhares baços, enevoados.

E dos lábios cerrados soltam um sumido e coloquial "olá, então?"

... no silêncio de intensos segundos

Um frio percorre os corpos, um gelo em volta endurece-os

para prosseguir a habitual encenação.

Um rosto liso, postiço, pronuncia um sorriso morto,

espancado e abandonado de desilusão.

Vencidos pelo cansaço. Do fantasma que os persegue sem perdão.

 

Estando próximos são distantes, e reagem como antes

não se conheciam, não falavam, arrogantes.

Não desejavam, nunca sentiram 

A droga viciante e doentia, o desejo incontrolado

inesperado, que os queimou insatisfeitos.

Fecham os olhos. Voltam as costas.

Na esperança de não se cruzar, 

pelos caminhos apertados,

onde separados beijam-se com o olhar.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51

Rotina...

por Closet, em 17.08.10

 

 

Pois foi assim que hoje me senti... ainda não consegui introduzir o vocábulo "relógio" no meu dia... e senti clastrofobia, fechada num edifício mais de 8h... brrrr (sim, também estava algo que já não me lembrava como era - frio!).

 

Estou... em modo very very slow...sorry! Dei uma espreitadela pelas novas colecções para ver se me animava...mas nem isso, nem uma roupita, ou uns sapatitos... pffff... só me apetece bikini, havaianas e praia, don't care!

 

Enquanto não tenho tempo de escrever algo aqui minimamente interessante... deixo aqui o personagem 4, Pedro, filho e mãe portuguesa e pai americano, cantor rebelde de bares e empregado de mesa diurno, vive em pontes aéreas entre Portugal e Nva Iorque... este será aquele que marcará a minha personagem para sempre, alterando a sua forma de ver e viver a vida... Ela conhece-o aos 23 anos durante a viagem que faz para Nova Iorque e... bem, depois vão-se reencontrar por lá! Deixo-vos no blog gémeo como se conhecem!! you're welcome, if you want!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 02:29

Férias...

por Closet, em 15.08.10

 

VOLTEI...

 

Para trás ficam os sombreros....

 

 

e tudo o que de bom se passou por lá...

 

Take 1:

Up-grade inesperado para classe Premium para ída e volta .... convenhamos que com 3 crianças foi muito bom sermos os primeiros a fazer check-in, a entrar e sair do avião. Nada de atrasos nos vôos...

Take 2:

Espalhei-me mesmo à saída do avião... assim mesmo no corredor antes de chegar ao aeroporto... PUMMM... ao comprido e de braço no chão... Confesso que tive um presságiozinho que não me queriam em terras mexicanas... pfff

Take 3:

Aguentar os miudos acordados até às nossas 2h ou 3h da manhã ... isso é o mesmo que dizer que aguentá-los até depois de jantar (lá é menos 6 horas)... no problem, levámos um carrinho para cada um e ferraram a dormir às 8h30 da noite de lá... e nós fomos para o lobby brindar com estes Mojitos!

 

 

Take 3:

Que se lixe o espanhol, eles compreendem-nos perfeitamente e nós também a eles... viva o Mexicano! Margaritas, Mojitos, Coco Loco ... just fine! Gente que nos trata muito, muito bem!

Take 4:

Há um animal desconhecido que habitava no nosso hotel.... na verdade havia vários, meio-macacos, meio-doninhas, meio-papa-formigas... whatever, chamavam-lhes OAKIS...ou era esse o nome que eu entendia. Aqui está o bicho!

 

 

 

Giro não é?? bom, nem por isso... mas também não faziam mal e sempre eram mais aprazíveis que as iguanas que também por lá se pavoneavam!

 

Take 5:

Passeio Ilha das Mulheres de catamaran com snorckling... vale o passeio de catamaran por aquele mar lindooo e o serviço de bar aberto no barco!! O snorckling não foi fantástico mesmo tendo visto os peixinhos Nemo e a Doris ..., mas agarrar uma criança para que não desapareça pela corrente do mar, e tentar olhar para debaixo de água ao mesmo tempo revelou-se... complexo (by the way, só descobri dias depois que colocava a dita mordedura na boca mal, ou seja tipo chucha com a borracha para fora... pfff... e lá dizia eu mal daquela coisa que entrava sempre água!!)

Take 6:

Passeio Xcaret

foi o outro passeio que já tinhamos reservado cá, com o 1 hora com os golfinhos e jantar com espectáculo Maya na 1ª fila. Só posso dizer que adorei o parque e aconselho mesmo a não perder. Entre golfinhos, tubarões, tartarugas gigantes, uma enormidade de criação de tartarugas em vários estágios (se soubesse tinha levado as minhas e , upss... estas são a little bit different...who cares? que giras!!), pumas, morcegos, crocodilos, peixes, raias, corais, ...sei lá...

 

 

até um que não consegui identificar:

 

 

Ehehe.. dizem que era uma sereia nativa :)

 

A não perder a bebida especial do parque... não me perguntem de que é, deve ter Rum, tipo fresa margarita, com sumo de abacaxi, bem docinha!!hummm...

 

 

O parque tem uns rios subterrâneos que o percorrem e onde podemos fazer snorckling. A parte dos cacifos, tranporte de mochilas and so on está super bem organizado... apenas o problema de só se ver calhaus de baixo de água, poucos peixes, e com 3 crianças oh God... era uma que vomitava e dizia em alto e bom som "já vomitei" e nós... "shiuuuu", outra que  ía sempre à frente a perder de vista e nós esbracejávamos para apanhar "iuhuuuu... estou a ver uma saída uma saída"... lá ía o meu caçula ... enfim...E lá se ía uma barbatana, no worry o papi encontra (isto com colete é tarefa divertida tentar megulhar!!)... e, para nosso gáudio, em todas as saídas esperavam-nos verdadeiros Paparazzos... don't care se o miudo vomita, se o outro perdeu a barbatana ou se estamos a conseguir utilizar bem o material... só diziam "quantos são? juntem-se. Tirei as máscaras...isso...sorriam"... God... confesso que com aquela doideira toda, desisti de enfiar a cabeça na água e morri a rir a observar a confusão generalizada!!

 

Take 7:

Não vimos Pirâmides... a sério! Costumo dizer "havia isso lá??!!" O máximo que aprendi da civilização foi no espectáculo do Xcarret. Mas com miudos, 2h30 de caminho e depois torreira all day long... no thanks... fica para a próxima, só com adultos!

Take 8:

O Hotel era óptimo, na praia magnífica de Maroma. Comida, serviço e hospitalidade excelentes. Os resutaurantes temáticos eram bons, sempre com ementa para crianças que, aliás, não sei se repararam que íamos a um diferente todos os dias, já que onde não havia água, havia Nintendos e PSP... O Kids Club existia, era proactivo, mas as nossas crianças só ficaram lá uma manhã... é que tentaram mesmo ganhar guelras e  isso de fazer outro tipo de coisas que não metesse praia/piscina estava fora de questão.

Take 9: 

Em classe premium também se vomita... não eu, atenção, nem as nossas crianças que se portaram 5 estrelas... pfff!!Coitada da senhora... Mas na verdade foi um alívio as crianças não terem tido absolutamente NADA e acho que a experiência ficará gravada nas suas cabecinhas para sempre, tal era a felicidade!

 

BOM.... depois disto... a água do Algarve a 24º soube-nos bem, fresquinha!! Foi uma semana QUENTE... que destilei das bebidas alcoolicas em dieta cerrada... e, guess what?? voltei ao peso que tinha antes de ir pra o México!! Great!!

 

 

Agora volta ao trabalho, lá terá de ser (ainda não consegui baixa psiquiátrica!!!)... férias agora... só das crianças, que vão para o Algarve com os avós mais 3 semanas. Rica vida a de estudante (principalmente na Infantil!!). Tenho os fins-de-semana pela frente, para matar saudades de amigos na Costa Alentejana e para ir ao Algarve.... rico mês de Agosto!

And... That's all Folks!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 02:23

Just to say...

por Closet, em 11.08.10

Não, não fugi para o México!! e também não fui mordida por uma mosca da sonolêcia deixando-me em jet lag profundo!!... bom, às vezes apetecia-me...mas só para a semana, ok??!!

Estou no Algarve, de férias, a derreter e a fazer aquilo que tento 300 dias por ano... DIETA... mas desta vez à séria... escusado dizer que digo sempre isto, mas estou confiante que nesta semana vou conseguir 1 quilito!Nada de Pinacoladas, Tequillas Sunrises ou Margaritas...not even a Beer... nem gelados... só cenouras, tomates e pepinos e maçãs... all day... e uma carninha ou peixinho com salada à noite... pronto, não vá desmaiar por aqui e aparecer na TVI - Recém-chegada do México tem um novo ataque de gripe suína:)

 

Well... em breve espero fazer um post sobre o México, alguns episódios mais cómicos, quando estiver inspirada... confesso que agora ando de volta dos meus Retalhos e do novo romance que estou a ler "Um Dia" de David Nicholls, que ALGUÉM me seduziu a ler...e vá, estou a gostar! Do ponto de vista literário saliente-se, cof cof... ok, adoro o personagem Dex.... so what?? O "slogan" do livro diz "Podemos viver toda uma vida sem nos apercebermos de que aquilo que procuramos está mesmo à nossa frente". Se quiserem mais informações aconselho o site da Bertand que tem uns videos de promoção fantásticos. Basicamente é a história de Emma e Dexter que se conhecem na noite em que acabam o curso e depois cada um segue um caminho diferente, e de alguma forma vão permanecer sempre ligados, e sempre separados... bom, ainda nem cheguei a meio e já estou a discursar!!

O tema entusiasmou-me - UM DIA - por vezes "esse" dia torna-se uma vida, assume proporções monstruosas, transforma-nos, corre-nos eternamente nas veias... há dias assim, inevitáveis, inesquecíveis. Saberemos viver com ele uma vida?

 

Por enquanto continuarei esta semana de férias, a devorar o livro e esperar com muita fé (e sacrifício, aiiii os gelados...) que o calor me derreta as gorduras que vieram visitar-me nas férias, assim sem pedir licença (intrusas!)! Estarei de pés na areia e a sonhar com o meu céu :) beijos a todos!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:14

Back ...

por Closet, em 08.08.10

That's my SMILE!

 (sim, sardas...muitas..)

 

ainda bem que levei a máscara de cabelo "Liso Asiático"... pfff - versão curly hair

 

O meu descanso preferido! 

 

 

 

 

 

Snorckling em Catamaran

 

Fashion Pink!

 

 

OK, not so fashion!!

 

 

 

A casita que está ao abandono em pleno mar turqueza... EU tomo conta dela, no worry! 

 

Playa Maroma - Riviera Maya

 

 

 

Parque Xcaret: Golfinhos e muitosss bichos mais all day long!

 

 

 

 

Eu e a minha e-pen ... writing...

 

 

Só para que saibam: o Paraíso existe na terra, e está SÓ a 9 horas daqui. Faço planos de me mudar para aquelas bandas!

 

(Ainda estou em Jet lag... darei notícias em breve!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:14


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031