Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sailer Girl

por Closet, em 29.09.09

 

Amanhã vou andar num veleiro holandês LOL

Isto até seria very very pleasant se...há sempre um "se"... não fosse em trabalho, of course! Não, não mudei de profissão e com o entusiasmo do baquinho da minha Avatar zarpei mesmo num barco... not yet (by the way, já aqui tenho a minha Avatar com um new look outonal e uns sapatos animal print lindérrimos!!).

Amanhã é a conferência de imprensa do lançamento de um novo produto do qual sou gestora de marketing....na verdade eu não vou lá fazer absolutamente nada, já que vai a minha sub-directora, o meu director e mais uma dúzia de representantes da empresa incluindo o presidente que, a esta hora, ainda nem deve ter olhado para o que vai dizer...na verdade, aquilo são 3 horas com o sorriso 33 pregado na cara e o cabelo embaraçado com o vento...mas who cares? eu vou!

Vendo bem, nem me posso queixar do meu trabalho... já andei no Concorde com ilustres figuras da nossa praça, já organizei passagem de modelos com o Afonso Vilela de shorts (e há 10 anos ele era de cortar a respiração, believe me...), já fiz surf mecânico (sim, tipo touro mas com prancha de surf... no comments please) num evento de windsurf durante 2 belas semanas na praia...not bad, not bad!!  

A verdade é que não gosto de organizar eventos, mas confesso que, em qualquer dos casos, valeu bem a pena as dores de barriga (destaque para o Afonso Vilela ehehe)!

Anyway... assim meio (leia-se "totalmente") desprevenida mandaram-me hoje ir ver o dito veleiro com a empresa de RP responsável da organização...E eu só ía com uns tamancos de 10 cm de cunha....mas pronto, lá fui com o meu ar blazé do costume  ver se o barquito não metia água e experimentar o material de projecção (que não é mais que um PC portátil e um monitor grande plantado na cabine em cima de um barril de Heineken lindamente decorado com um cobertor azul...oh God...). By the yes by the no, lá coloquei a pen e vi a apresentação que o senhor presidente deveria estar ali a ensaiar... foi giro...

O veleiro é de um casal de holandeses sexagenários, tão tão tão simpáticos que fizeram-me uma vénia, deram-me a mão para descer os degraus e.... chamavam-me "My Lady"... provavelmente os catrapázios de Heineken espalhados pelo convés sejam a melhor explicação que me ocorre :S

O RP da organização revelou-se um sujeito muito entendido em matéria naval, de tal forma fez questão de mostrar todos os recantos do barco incluindo...o chuveiro..."e pode ver, aqui é um chuveiro"... Jura?? oh God...era mesmo isso que me interessava...assim como assim, se aquilo ficar enfadonho, fecho-me lá dentro e tomo um duchinho!

Mas o senhor não se ficou pelo boat tour...naaaa... ele era de uma cultura estonteante sobre ventos e marés, ao que eu, simples mortal, lhe ía acenando e dizendo "eu sei, já fiz regatas de vela"...mas blá, blá, blá..."espero que não enjôe, isto tem muito estabilidade"... repeti " não, eu já fiz vela"... blá, blá, blá "ah e tal nem vai sentir a ondulação, mas se enjoa..".... pffff, give up! Fiquei com o rótulo de First-time-in-a-boat... who cares?

Anyway, amanhã lá estarei, num passeio de 3 horas com direito a welcome drink e almoço de cabelo ao vento, what else?  e...confesso, ainda ando às voltas na minha cabeça para decidir a toilette... not too casual, not too bussines,...(mas fica-me tudo mal, bahhhh...tenho de marcar a consulta de mesoterapia e implorar para que a gordura das minhas coxas e ancas jorre aí uns... 5 cm de cada lado, no matter what!)...

Até amanhã... se o barco voltar!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14

Meravigliosa Creatura

por Closet, em 24.09.09

Encontram-se de passagem e já não têm nada para dizer. Um silêncio no olhar que incomoda, uma impotência inerte, uma ausência de vida.

Raspam os corpos em movimentos paralelos sem cruzar o olhar. Por vezes cruzam. Ele pisca-lhe o olho destreinado, ela esboça um sorriso antigo. Não dizem nada.

Encontram-se. Separam-se. Ela lembra-o mais uma vez. Só mais uma, repete descrente. Estremece e suspira. A ridícula distância  aumenta, perpétua-se de dia para dia, num abismo de memórias que se desvanecem.

Encontram-se por entre passos apressados e os olhos dela ainda se prendem por vezes nos dele sem querer. Normalmente sorri. Normalmente ele retribui. Como retribuiu aquele beijo há um ano atrás. Ela nunca compreendeu porquê. Ele não lhe deu outra oportunidade. Apenas aquela noite em que não sabia se o desejava para sempre, ou só por essa noite. Ele abriu os braços e os seus mundos tocaram-se. Ele nunca lhe disse o porquê. Já não interessa. Como não interessa saber porque ainda pensa nele. Abana a cabeça e suspira. Porque sim.

 

Meravigliosa Creatura

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:48

1 hora e meia

por Closet, em 23.09.09

Hoje fui almoçar com uma grande amiga minha da faculdade. Já não nos víamos desde Maio...oh God... e até trabalhamos relativamente perto...é puro desleixo...

Anyway, 5 meses é muito tempo, é muito novidade... desde o trabalho, a minha nova campanha, as colegas dela que foram de baixa, o novo projecto em que está, a mãe dela, os trabalhos dos nossos maridos, os nossos maridos..(ehehe, so what? não podia ser só trabalho!)... os meus filhos, as filhas dela, a empregada que se foi embora, a minha que mudou o horário, o aparelho que pôs nos dentes, um livro que li, as férias do Verão, o novo ano escolar, a nossa amiga que se vai juntar, a outra amiga que foi viver com o namorado para o Alentejo, tudo isto é muita coisa para contar em... 1 hora e meia... WRONG! Yes, we can :)

Numa estonteante mistura entre o Sexo e a Cidade e as Donas de Casa Desesperadas (ainda estamos a decidir quem é a Carrie e quem é a Eva Longoria!)...falámos, falámos, atropelámos-nos e ainda fomos à secção dos livros procurar o livro que falámos...tststs... tudo isto em... 1 hora e meia! Bingo!

Bom, é uma verdade que ela não comeu nada (pff tinha tomado o pequeno-almoço lol)... e eu..deixei metade da comida no prato...mas who cares? ela está mais magra, elegantérrima (o aparelho nos dentes deve ajudar...by the way, estou seriamente a pensar colocar um, nem que suborne o dentista!!)... e na verdade eu tenho reservas de massa gorda para me sustentar o Inverno inteiro!

Bom...whatever you say...as mulheres são exímias gestoras de tempo...vá, com uma excepçãozinha... quando entram em lojas tipo...Mango :))

see you!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01

Modas...

por Closet, em 22.09.09

Foi um belo dia para começar o Outono. Em Lisboa marcavam 32º à hora de almoço e nada melhor para fazer que.... comprar uma boina :)) Confesso que não sei qual é a minha pancada de andar com boinas e chapéus enterrados na cabeça...e não querendo parecer convencida... a opinião generalizada é que me ficam mesmo bem... vendo bem, não sei se isso é um elogio, será que fico mal assim de cabeça descoberta???... anyway...I like it!

Na verdade a minha intenção era comprar uma camisa-túnica que tinha visto, com atilhos à frente por debaixo da linha do peito, ou outra com um atilho na cintura... mas não sei se devido à minha estonteante altura de 1,58cm... se devido aos 2 kgs a mais que se acoplaram às minhas coxas à revelia... nenhuma me ficava bem...pffff... e isto dito por uma amiga minha com a qual divido os meus dias há 11 anos... pffff... desforrei-me na boina, pois claro! Escusado será dizer que a camisa a ela ficava bem e, bom, ela levou-a :P ehehe

No matter what, uma boina faz-me sempre falta...e à parte de detestar quase todas as tendências de moda desta estação (é a minha oportunidade de ingressar no mundo punk, I know...e até já me estou a ver toda de preto cheia de tachas... I know... e os ombros com chumaços à Dinastia também me ficam a matar, acreditem...oh God...)...bom... há sempre algo que me agrada... e hoje apaixonei-me por uns botins da Zilian... sim, aquele centro de pecado está estacionado à frente do meu trabalho e é com esforço que eu relembro-me diariamente "Comida não é sapatos, Zilian não é restaurante"... bom, hoje fui lá só dar uma espreitadinha...afinal aquilo tem um conceito de marketing que, profissionalmente leia-se, é importante eu acompanhar lolol

Eles olharam para mim... eu desviei o olhar... mas a paixão tolda a razão... e booom... já estava com eles nos pés!... bom, com eles não, com outros parecidos, cor toupeira, porque o meu objecto de paixão são os bege escuro (para mim, uma espécie de cru )...sim, esses ficam bem com preto, com azul escuro, com tons beringela...enfim, são Perfeitos!...

Diz-me a empregada "Não tenho aqui o seu número, quer que veja se tenho lá dentro?"... Resisti... tinha pressa...e zarpei da loja antes que me arrependesse...aquilo era um sinal...tenho a certeza!! Vamos lá ver é se hoje não sonho com os botins e ...sim, isso seria outro sinal!

Fica aqui o link da minha última paixão, ainda numa relação platónica de total ausência de contacto físico ehehe...vamos lá ve por quanto tempo! São os botins pele cinza 109€, 7ª coluna em baixo... http://www.zilianchoose.com/coleccao .

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38

ei, people

por Closet, em 22.09.09

Eu tenho andado fugida...I know...

Não, não tenho andado a trabalhar numa campanha eleitoral...no way, percebo tanto de política como da cultura árabe... e na verdade limito-me a votar no que o o meu pai vota...shame on me!

Também não tenho tido problemas no PC, se bem que o jogo Farmeville do Facebook está prestes a deixar-me como uma tendinite de tanto plow e tanto harvest!!

A verdade é que ando numa fase "oca", vazia, e tenho hibernado um pouco com a minha imaginação. Tenho desfrutado dos meus momentos de abandono com o meu mp4 novo (touch sreen, ena!...confesso que apenas sei andar com as musicas para a frente e para trás...enough for me!), e aqueles 45 minutos de comboio e metro para o trabalho e de volta a casa são os "meus momentos"... aqueles em que vivo as minhas histórias, presentes, passadas, futuras, reais e imaginárias, as que sonho e as que receio, de tal forma caminho sonâmbula que às vezes nem sei como cheguei a casa. Tenho andado por aí. Por vezes perdida, outras acordada! Desculpo-me com o tempo, com a mudança de estação...

Mas na verdade sinto uma pressão enorme para escrever aqui... um pouco estranho eu sei, mas acabo por perceber que muitos amigos vão-me "acompanhando" aqui , alguns que fico meses sem ver, e a sensação de distância diminui deliciosamente.  Até a minha Best Friend ouve diariamente o meu Mixpod e por isso eu preocupo-me em ir variando as musicas para ela ouvir!! Amiga, já cá estão umas novas, espero que gostes!!

Bom...e também tenho de ter cuidado com a imagem...já está friozinho...a minha Avatar vai mudar de look brevemente, tenho de lhe arranjar umas roupitas fashion, what else!! You will see!!

Prometo voltar com as minhas histórias, aquelas onde me sinto no meio de um sketch dos Gato Fedorento... são mais vezes do que eu gostaria, believe me!

Entre as perguntas tórridas do meu filho sobre o aparelho reprodutor, às questões metafísicas "de onde é que vimos e para onde vamos" do meu caçula...juntando os episódios por que passo no comboio  " A senhora quer pensos?"... "Não obrigada"..."Mas pode precisar..."... "Obrigada, mas tenho em casa"... "e se cair agora ali pelas escadas a baixo?"...oh God... mas porque é que eu lhes dou conversa! Just in case, lá vou eu agarradinha ao corrimão prontinha para apanhar a gripe A!

Kisses, bye bye

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:40

Talvez

por Closet, em 21.09.09

Talvez...

se os teus olhos não passassem

à minha frente

Talvez tivesse sido tão diferente.

Talvez

se a histeria do silencio,

não atraísse os lábios sedentos,

Talvez tivesse pensado,

parado,

Talvez, por uns momentos.

Talvez me desses uma

segunda oportunidade

Talvez me deixasses explicar

Talvez eu tivesse desistido, fugido

ou talvez tivesse ficado

para te amar.

Talvez se voltasse atrás

Eu fazia tudo igual

Talvez me encontrasse,

ou me perdesse no caminho

Talvez estivesses sozinho

E decifrasse nas palavras

o teu olhar

o que procuro sem encontrar

Talvez fosse feliz,

e esquecesse os talvez

do destino.

Talvez me embriagasse

nos teus braços

e não os abandonasse de madrugada

Talvez pedisses para ficar,

me segurasses apertada.

Talvez, talvez

Eu sei

Fui eu que te inventei

pintei e desenhei

e sonho-te loucamente viciada.

Talvez eu te encontre

um dia

numa estrada

Talvez .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33

Crónica de uma quase gripe A

por Closet, em 17.09.09

Tenho um grupo de amigas, ex-colegas de trabalho, que adoro. Cada uma com uma com um estilo único, incomparável, insubstituível. Crescemos juntas no mundo adulto do trabalho e de mães e essa experiência, por mais tempo que passe, por mais empregos que se troquem (e apenas resta uma a trabalhar comigo agora), ninguém nos tira, e tenho-as de pedra e cal no meu coração.
No Domingo passado combinámos um lanchinho (cof cof...era um verdadeiro manjar) em casa de uma delas e nada me faria imaginar que, dois dias depois, estaria a receber um e-mail dela que me fez ir às lágrimas... E se ela tem jeito para narrar os seus muitos emocionantes acontecimentos inesperados (normalmente associados a doenças várias que tem, teve ou se alguém tem ela também terá ehehe), acreditem que ela a conta-los verbalmente é mil vezes melhor...CC, que saudades das tuas histórias diárias!!
Ela autorizou-me a publicar aqui a crónica que nos enviou, já que não é todos os dias que se é "referenciada potencial infectada com gripe A" ...ehehe!
enjoy!

"Eu e a Gripe A, by  CC
                                                                           
Ontem acordei a vomitar e de diarreia e com umas dores enormes no corpo. Como a noite não tinha sido assim tão animada, pensei que o mais lógico seria ter comido alguma coisa que me tinha caído mal. Assim decidi pedir ao L que levasse os putos ao colégio e dormi mais um pouco. Acordei por volta das 9:30 e já me estava a sentir melhor, logo dirigi-me ao meu adorado local do trabalho para as duas ou três reuniões que tinha marcadas. Fui comendo uma torradinhas e chá, mas a meio da tarde já me sentia cheia de febre. Ao final da tarde fui para a reunião de pais do G e todos me perguntavam o que eu tinha. Quando referia os sintomas sentia um a súbito afastamento e todas as mães a atirar-me com a frase "liga para a saude 24". Pelas 19:30 já tinha quase 39 de febre. Resolvi ligar para a dita linha por volta das 20:30, altura em que também o G já se arrastava pelos sofás e tinha 38 de febre. Aí pensei, queres ver que a tão falada gripe veio visitar o meu humilde lar?
Entrei então nas estatisticas dos habitantes do rectângulo à beira mar plantado, e falei com os enfermeiros mais bem informados sobre o virus H1N1. Depois de um extenso questionário e de me ter sido informado que estava nos grupos de risco (medo), por sofrer de asma, foi-me recomendado que me dirigisse a uma centro de detecção da gripe (medo). Dificuldade seguinte... onde? depois de perceber que geografia não era o forte do senhor enfermeiro, dado que me queria enviar para Vialonga ou Alverca, chegámos à conclusão que o mais perto da minha mansão seria a Venda Nova, mas que encerrava às 20h. Foi encaminhada a minha ficha para o centro e hoje de manhã devia-me dirigir lá para despistagem. Entretanto a febre não passava ao G e falei para a pediatra, que achou melhor despistar uma eventual amigdalite.
Fomos então ao CUF Decobertas onde fui encerrada numa sala, até vir um médico ver-me e concluir que deveria ter uma gastroentrite viral, porque aliados aos sintomas, estava com muitos gases. No entanto reiterou-me que deveria ir na mesma à despistagem da gripe.Vim com a receita do nosso querido Benuron. Lá fui para casa dormir que não me aguentava nas canetas. Hoje acordei sem febre e com uma dor de cabeça desgraçada, mas já mais fresquinha. Pensei logo baldar-me à ida à despistagem, e liguei para a linha de atendimento a comunicar que me encontrava maravilhosamente bem... Mas eis que me informam que era crucial ir lá e afastar qualquer suspeita, até porque já estava referenciada.
Foi então que caí no filme do ET, todos estavam de fatos espaciais e de máscaras e mandaram-me desinfectar as mãos a cada entrada e saída de qualquer sitio. Senti-me em Hollywood num filme de ficção cientifica. A máscara é péssima, não me deixava respirar  e tinha de estar sempre a pedir para repetir, dado que não é fácil perceber o que nos dizem.
Fui muito bem atendida (éramos só 4 utentes, portanto fomos animar a manhã que estava uma seca), apanhei um médico que me deu imensos conselhos sobre a asma e me falou nos procedimentos e nos planos de contingência.
Tenho uma amigdalite. Resumindo e baralhando não tenho gripe, mas tenho de ficar alerta, porque apanhei uma virose qualquer. Faço parte das estatisticas dos totós que foram chatear as autoridades sem
razão."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:56

A idade dos porquês - take 1

por Closet, em 17.09.09

Eu sabia... eu sabia...

Ía eu hoje com o meu filho no carro depois da reunião de pais e..

- momy, sabes o que são espermatozoides?

- quê??? já estás a dar isso?

- Não, mas o Gonçalo disse-me que saem da pilinha quando fazemos chichi

... oh God... eu saba... e isto ainda é o começo

 

By the way, disse-lhe que não era nada disso, que EU sabia o que era mas que a PROFESSORA ía ensinar-lhe toda a essa matéria... what else?

 

 ... espermatozoides

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:03

vírus H2PX

por Closet, em 16.09.09
A paixão é um lugar estranho…
É que não basta uma pessoa ter um palminho de cara e… vá, uns grandes olhos azuis, para nos apaixonarmos…nã, nã, nã… pronto, ajuda um bocadinhol!
Mas na verdade somos infectados por esse vírus estranho, vamos chamar-lhe H2PX (parece-me bem, qual H1N1!) por muito mais do  que isso. Um olhar, um gesto, uma palavra ou uma frase, podem ser  suficientes…Por mais desinfectantes que a pessoa se esfregue...nada, nichts, rien... ninguém é imune…Booom! Voilá…e quarentena por tempo indefinido… Cientificamente defendem que a paixão dura na maioria das vezes entre 6 a 12 meses...pffff... grande mentira, não se pode acreditar nos cientistas...
Eu tenho para mim que os olhos são a verdadeira fonte de contágio. E por muitas dioptrias de miopia que uma pessoa tenha, não escapa…vá, corre o risco de ver as coisas um nadinha distorcidas, é um facto…   Just in case, acho que se andássemos todos sempre de óculos escuros muito contagio deste se evitava...
É que a maioria das vezes as paixões não são correspondidas...oh God... e é o mesmo que estar infectado com um virus para o qual não há antídoto... Vai-se tomando antibióticos atrás de antibióticos até se acertar... e há quem ande sedado a vida toda, na loucura óbvia de se curar!
Mas digam o que disserem, eu acredito que o H2PX é um virús benigno... sei lá, assim como a varicela... pode deixar umas marcas, mas não mata! Bom, isto se excluirmos aqueles que se atiram das janelas por amor... Anyway...vale a pena deixar-se contagiar!

 

"Un monde ne suffit pas pour me saoûler de toi
Une vie nous suffira pour oublier regretter et manquer de toi
Un monde ne suffit pas pour tout vivre avec toi
Une vie nous suffira pour essayer et garder quelque chose de toi"

Jeff Bodart

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57

Borracheira

por Closet, em 15.09.09

"Aprendi desde cedo que um homem bêbado e um homem apaixonado são mais ou menos a mesma coisa. (...)

Ainda hoje acho que cada paixão não recíproca que temos é uma bebedeira que precisamos de curar... só que tal como nas bebedeiras de álcool, curamos uma para nos metermos noutra algum tempo depois..." aqui.

 

Estava eu a ler este texto do Bagaço Amarelo que imprimi para ir lendo no caminho, e senta-se ao meu lado um rapaz dos seus vinte e poucos anos com um cheiro que transandava a álcool. Não era cerveja, não...era mesmo uma garrafa de álcool etílico, daquelas brancas, com a tampinha azul...

Anyway, olhei para ele meio de lado porque me pareceu que balbuciou qualquer coisinha... tirei os phones ainda com o meu ar interrogativo e o rapaz diz "olá princesa"... bem, na verdade era o meu sonho de criança ser uma princesa...e vá, a história da Leticia ainda navega nos meus sonhos... mas...aquele não era propriamente o tipo de príncepe que eu tinha em mente...

O rapaz estava com uma tremenda borracheira, essa é que é a mais pura verdade... e lá se foi o piropo para o galheiro :))

Sorri-lhe como se o título me assentasse que nem uma luva e voltei a colocar os meus phones, agora um pouquinho mais alto, just in case...

À parte do bafo a álcool, o rapaz não tinha mau aspecto, assim meio despenteado...mas até lhe ficava bem...e inebriada no texto que lia cheguei naturalmente à conclusão típica de gaja : Está com um desgosto de amor! Mai-nada! Quem disse que "homem não tem"?? Na verdade, não há nada que mais amanteigue o coração de uma mulher que ver um homem a sofrer de amores...E quase, quase, quasinho que lhe emprestei um lencinho para limpar as lágrimas e me ofereci para ouvir a sua história...quasinho, claro! Contive-me, a custo confesso!

Mas voltando ao texto do Bagaço Amarelo, lembro-me de um outro que meé familiar, diz que amar é uma grande bebedeira e sorte daqueles que andam sempre embriagados... Nem mais!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:25

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930