Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Loira

por Closet, em 12.05.09

Lá vinha eu estoirada do trabalho a folhear a Lux Woman especial Beleza quando reparo nuns olhos fixados em mim de alto a baixo do senhor que se sentava à minha frente. Enquanto disfarçava a folhear as páginas do erudito Diário de Notícias, eu podia facilmente ler-lhe a passar pela testa em letras gigantes LOIRA LOIRA LOIRA.

É uma verdade que para algumas pessoas que se cruzaram na minha vida eu tive o rótulo de loira, mas para ser sincera nunca me importei com isso. Confesso que em certas situações até é uma posição confortável, não me fazem muitas perguntas porque certamente pensam que não tenho nada de interessante para dizer. Chega a ser um alívio...

Talvez à excepção dos colegas de escola e faculdade, onde as minhas notas sempre derrubaram o estatuto de loira burra, eu sempre fui associada à feliz louca por roupa, sapatos e cosmética, sempre a par dos looks trendy e com uma invejável cultura sobre a vida de todas as manequins internacionais. By the way, programas como o Project Runaway fazem as minhas delícias televisivas, no matter what.

Na verdade nunca me importei com o que pensam sobre mim, talvez porque nunca fui  pessoa de pensar o que quer que seja sobre alguém, detesto rótulos e ideias pre-concebidas e tenho o terrível defeito de não desgostar de ninguém. E assim, sempre vivi entre os dois mundos, tanto gosto de cremes como de poesia, tanto gosto de ir a uma galeria de arte como de experimentar roupa da nova colecção da Mango, tanto gosto de dançar raggae na praia como de dançar valsa num baile clássico. Nem tudo é comparável ou hierarquizável...e quem quiser isolar os comportamentos em universos paralelos do "fútil" ou "ecléctico"... passe à frente, sff.

Eu sempre me dei bem com gregos e troianos, por vezes tenho até a mania de querer juntá-los mesmo indo contra a sua natureza, mas nesta dicotomia sempre fui encontrando o meu ponto de equilibrio.

 

Aqui fica a minha loira preferida que adoptei há 6 meses, a minha Avril!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Lata

por Closet, em 12.05.09

Costumo estacionar o carro num parque de um jardim municipal perto da escola dos miúdos. Subimos umas escadas de madeira na encosta, apanhamos umas folhinhas… e tudo seria hoje assim perfeito não fosse uma criatura abominável que se atravessou à minha frente.

Pois que ía hoje no melhor dos meus atrasos habituais, pois que a área de estacionamento está em obras, pois que havia poucos lugares disponíveis… Mas…o meu carro é pequeno e cabia mesmo bem num buraquito perfeito, feito mesmo à medida.
Havia uma criatura com ar serrano, de fato-macaco e braços cruzados a olhar para mim. Por momentos ainda pensei que queria uma moedinha. Saí do carro e a criatura mal humorada rosna:
A senhora já viu onde estacionou o carro?
Confesso que só a palavra “senhora” tira-me do sério, e logo pela manhã quando o meu humor não está propriamente em alta…Mesmo assim respondi-lhe
Já. E está muito bem estacionadinho”, sorri-lhe satisfeita e orgulhosa.
O senhor franze o sobrolho com as sobrancelhas serranas
Então não vê que está a tapar uma máquina?”.
Máquina?? Confesso que tinha olhado de relance para qualquer coisa que estava para ali, até pensava que era uma pedra gigante, sei lá? Whatever. Olhei para a coisa com atenção e na verdade pareceu-me um monte de lata enferrujada…
 “Olhe, não reparei. Mas a máquina está ali bem arrumadinha, não vai sair dali não é? Aquilo também parece que já não funciona…
E comecei a tirar as crianças do carro.
O homem já punha as mãos na anca e soprava
Não funciona? O que é que a senhora percebe disso? Aquilo é para um tractor que tenho ali. Eu posso precisar de tirar a máquina minha senhora, eu posso precisar dela e o seu carro está á frente, eu posso mandá-lo rebocar”…
No way que já tive um episódio de reboque pouco interessante…
Olhe, e eu posso um dia ir à Lua… Acha que vou já comprar o fato espacial?” criatura insolente e possessiva, com paixão estranha por lata em estado decadente.
Entrei para o meu bólide e ainda pensei dar um encontrãozinho aquele monte de lata ferrugenta, usurpadora de lugares…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31