Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Kuss

por Closet, em 04.12.08

Bom.. já tinha escrevinhado isto mais ou menos... claro que altero quase tudo quando vou para passar para aqui... não gosto de pensar muito no que estou a escrever... logo, reescrever para mim é uma tarefa complicada... nunca gostei de ditados!

 

A noite no museu foi espectacular, afinal eram 23 crianças, mais pais,... cerca de 50 estranhos a pernoitarem juntos... uma rave inesquecível! Amiga, ficámos lindamente a contemplar o Rosebud (tínhamos cunha e o nosso colchão ficou mesmo por debaixo), dormimos pouco, é um facto, mas também não fomos lá para dormir, certo?  As crianças adoraram e aprenderam que "em arte tudo é possível, não precisa fazer sentido. Às vezes, as coisas mais bonitas não fazem sentido, mas agradam. Nestes casos, quando a razão não compreende, usa-se a imaginação." Gostei como explicaram às crianças, mas a bem dizer aquela pseudo-fada era desnecessária... o beberete foi bom, acabou o chá mas o champanhe também soube bem, e ao final da noite o contador de histórias foi magnífico, de tal forma que ainda excitou mais as crianças... o paparazzi que insistia em fotografar-me naqueles trajes e sem maquilhagem era.. dispensável (já paguei a tiragem total do Jornal de Oeiras!!).

34 anos... já cá cantam e voilá, sobrevivi (apesar de não ter conseguido pregar olho tal era o pânico)...ainda olho ao espelho estupefacta! Pois que nas vésperas tinha um jantar de amigas e... afinal também tinha um lanche ajantarado surpresa. Amigos, adorei estar com todos, os que foram a minha casa, as que foram jantar comigo e as que foram aos dois lados,...A minha Best Friend doente quase me causou um ataque cardíaco... "onde está???" e estar com o meu  amigo Buda é um privilégio, é preciso fazer anos para me visitar e xingar-me que é mais novo 23 dias e ainda chamar-me azelha... que saudades amigo! Mas foi bom.... pena a confusão final, pois eu devo ser a única criatura que tem duas festas de anos a decorrer ao mesmo tempo em locais geográficos diferentes... não, não tenho o dom da ubiquidade... ainda... Mas está tudo bem, peace & love, a intenção foi boa. Amigas que foram jantar comigo, sabem que Eu adoro-vos e Nunca iria desmarcar (CC e CG, não marquem a massagem sem mim), o empregado até era simpático, não sei se percebeu muito bem quando lhe expliquei que as pessoas que faltavam na mesa estavam ... em minha casa... whatever...sangria óptima e o José Carlos Pereira foi definitivamente a cereja no topo do bolo, podiam era ter dispensado a Moranguita enfadonha, sim?!

 

E finalmente..... New York... I'm gonna wake up in a city that doesn't sleep!! Já fizemos as malas, pois que a minha está mais vazia...wonder why?? É que não tenho muita roupa quente, e só lá estão... 1º....e pode apetecer-me comprar lá qualquer coisita!

E já alugámos carro, com GPS e vai ser uma aventura, mesmo sem ser eu a conduzir, chegar a tempo do concerto da Tina (já lhe telefonei a pedir para não começar sem mim!). A bem dizer se nos perdermos até vai ser divertido (depois do concerto, claro, antes está fora de hipótese nem que alugue um helicópetro), já me estou a imaginar a dormir num motel à beira da estrada... assim como assim já estou habituada aos néons. Tenho programadinho na minha cabecinha pequenininha as 1001 coisas que quero ver e fazer, tenho uma listiiiinha de encomenda variadas, amigos vou tentar... entre crocs de inverno (nem sabia que existia...), relógios, malas, posters do Moma, i-pod, uma foto da ponte de Brooklyn, ...hei-de conseguir! Sou distraída mas tenho tudo apontadinho, don't worry!

E isto será uma 2nd Honey Moon, na verdade acho que vai ser a 1ª vez que viajamos sozinhos após a 1st Honey Moon, vai fazer-nos bem. As coisas boas são para se repetir. Vendo bem, a Lua de Mel foi o que tratei mais afincadamente no nosso casamento, era algo que me apetecia muito, os pormenores da festa deleguei quase tudo e até o vestido houve partes compradas a meias com a uma amiga (mas assim teve mais graça amiga, ai Badajóz, pero que te estás a sentir mal??!!). 'Bora lá subir no Empire e gritar I Love You para as estrelas! Como diz Fernando Pessoa «(...) Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não"(...)».

 

E deixo-vos uma semana, vou descartada de tecnologias, só levo os sentidos e a minha imaginação, com um quadro que adoro de Klimt - Der Kuss (O Beijo) - e com um texto que encontrei junto dele. Porque "Há palavras que nos beijam como se tivessem boca." Alexandre O'Neil

 

….”The Kiss”, Gustav Klimt
Imagine Lovers
Until you imagine something, it remains an impossibility.
Once imagined, it becomes your experience
Imagine lovers….
Who smile in each other’s company.
They say a strong and sensual YES to each other.
Their YESes meet and fill their experience. 
Who tell the truth about what works and what doesn’t.
They co-create solutions for their shared challenges.
No truth is too hard for them to speak or hear.
Who spend purposeful time together.
They cultivate life-affirming friends and experiences.
They share the everyday details of life with ease and grace.
Who guard each other’s solitude.
They cultivate spaces in their togetherness.
They delight in each other’s individuality.
Who turn toward each other with heart-full attention.
Their sexual and orgasmic impulses are moistened by their emotional connection and flow naturally in each other’s presence.
Who support each other’s creative impulses and expression.
They welcome and encourage shared creative adventures.
They aren’t afraid to color outside the lines.
Who share a spiritual practice of silence and reflection
to stay in alignment with the essence of their love.
Gratitude for ALL THAT IS fills their relationship.
And so it is!
Written by Patricia Lynn Reilly
Excerpt: Words Made Flesh

 

E a música que toca no meu telélé, claro!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:11


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031