Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ser Forte

por Closet, em 05.09.08

Apesar da minha mania das dietas e não simpatizar espontaneamente com esta palavra que associo facilmente e em 1º lugar FORTE=gorda, hoje olho-a de maneira diferente, e não é por estar mais magra, mas é porque o seu significado primário fala-me mais alto: FORTE=valente, corajoso, que tem força. E é sobre Força que quero falar...

Este post é dedicado a uma Amiga minha que está a passar por uma fase difícil, que caminha galopantemente para divórcio. Não que eu saiba sequer o que é que isso significa, nem mesmo seja a pessoa para a aconselhar, provavelmente serei indicada para ainda a baralhar mais com as minhas maluqueiras,..  mas apesar de não mostrar ando muito triste por dentro, penso nas crianças, na sua tristeza ao ver desabar um projecto de vida e ao vê-la uma pouco à deriva sem saber o que fazer,...na impossibilidade de lhe dar conselhos úteis e racionais sobre o que fazer, vou escrever sobre algo que, acho, sou boa, e que ela vai pecisar - SER FORTE (relembro que não é sinónimo de ser gorda, se bem que também já o fui por diversas ocasiões na minha vida!).

Estamos cá nesta encarnação e não sabemos se iremos voltar noutra (eu tenho um feeling que sim, e dessa vez espero vir no corpo da Scarlett Johansson!), por isso devemos aproveitá-la ao máximo, ultrapassando os obstáculos, relativizando os problemas, ignorando as chatices e procurando o que nos traz felicidade a cada esquina. E às vezes, para isso, temos mesmo de ser egoístas, olhar para o nosso umbigo e achar que o sol gira à nossa volta. Porque de outra forma corres o risco de não te concentrares em ti...

Estes são os meus ensinamentos, como que a "minha Cabala" para enfrentar momentos menos bons, para SER FORTE:

- Encontra o teu escudo

sabes que o meu é pensar e dizer maluqueiras, encontrar piada no que não é engraçado e rir-me de mim própria de vez em quando. Parece que não, mas na verdade, as coisas só se tornam importantes quando lhes damos importância, e tu tens de encontrar o escudo que te "impermeabilize" do que não é realmente importante para ti.

- Agarra-te a uma tábua de salvação

seja de que material for, aquela que não te deixar ir ao fundo, que te liberte de correntes fortes, e que te leve para uma ilha tranquila. Há aulas de dança do ventre no ginásio onde eu ando,... precisas de algo que te dê prazer fazer (ok, esquece agora comprar botas ou qualquer coisa que envolva gastos de dinheiro!), que te dê paz de espírito e te divirta, que te faça sentir viva e com vontade de viver!

 - Passa tempo com os teus amigos

a família é importante, mas também precisamos dos nossos amigos, que nos ouvem e nos amparam, que nos fazem companhia e nos divertem. Agarra-os, aqueles que realmente valem a pena, investe neles, são um bem precioso, valem mais que todos os Plasmas do mundo. Eu também não sou muito boa em dar parte fraca, gosto de dar ares que estou sempre bem, mas há situações em que temos de baixar a crista e admitir que precisamos de ajuda (e não estou a falar de psicólogos, porque nunca acreditei muito nesse tipo de ajuda), precisamos de companhia, e vais ver aí que os verdadeiros amigos vêm à tona de água. Eu estou aqui (ainda que sei, a mais doidinha e barbie, but it's me!).

- Olha à volta

Mesmo debaixo de uma trovoada sabes que existe o céu azul e um sol maravilhoso. Há muita coisa por descobrir, por viver, não desperdices o teu tempo enfiada em casa a chorar. Sai, olha em volta, e vê que existem coisas magníficas para fazer, coisas que sempre quiseste fazer e nunca tiveste coragem - Faz, coisas que sempre quiseste experimentar - Experimenta. Escala uma montanha, faz canoagem, aprende mergulho, salta de para-quedas. Qualquer destas coisas me agrada e podes sempre convidar-me para te acompanhar (ok, não sou o Brad Pitt, mas aposto que sou mais divertida!).

- E, por último, VIVE

e isso não significa ser vegetativa, tu não estás ligada a uma máquina que te comanda, TU és um ser vivo cheio de energia e de amor para dar às pessoas que te merecerem. Não te feches nem te isoles, enfrenta o touro de frente (eu sei que vais levar marradas, mas o Teu Escudo vai evitar derrames graves, vão ficar apenas pequenos arranhões que com o tempo saram). Depois Grita, chora alto se tiveres vontade, ouve música em altos berros, vai ao concerto da Madonna (podes sempre me levar!), mas VIVE, nunca desistas de viver, os teus filhos também merecem que vivas e sejas feliz.

 

Bom, acho que é esta a minha "cabala".

Sabes que estou cá, no sítio do costume, e estarei sempre disponível para o que der e vier, como costumo dizer "só tenho medo de tubarões e corcodilos, e eles não costumam andar a passear por aí".

Esta não é a música que eu queria que ouvisses, mas foi a que eu ouvi hoje no comboio quando pensei no que ía escrever... é triste, mas é Tina Turner!

 

 

publicado às 23:51


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930