Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não faço

por Closet, em 18.12.08

Nunca tinha partido um osso na vida... e para dizer a verdade, pelo menos partir um pulso, e mesmo em dois sítios, não dói quase nada. Há dores bem piores e vendo bem já me parti toda por dentro várias vezes, decepcionei-me, magoaram-me, desliguei-me, voltei as costas, desisti, ..tantas vezes ... Ainda há pouco tempo tive uma pega com uma amiga sobre um assunto que, hoje, sei que não vale nada, rien, nichts, mas infelizmente não consigo esquecer algumas palavrinhas que me magoaram e...com estava escrito no Guggenheim "nothing will ever be the same"... paciência.

Voltando ao pulso, na verdade, tenho tido mais dores ultimamente do que na altura da queda (deve ser dos ares de Lisboa...), ainda hoje apanhei uma pancada daquelas que pelo menos me fez ver, finalmente, que devo ficar sossegada, descansar um pouco, parar com os disparates e passar a andar de olhos abertos e com a cabeça no lugar. By the way até devia ter batido também com a cabeça para ver se ficava com um bocado de amnésia, não me fazia mal em algumas situações, como a dita pega de há dois meses atrás...!

Mas isto não interessa para nada, as pancadas amachucam mas não matam, e eu, com todos os defeitos que tenho, gosto de mim e esforço-me por andar para a frente e ser feliz. Como costumo dizer... Sobrevivo.

Na chatice de ter o pulso engessado, com uma ligadura à volta a ficar sebenta, que me irá acompanhar até ao dia de Reis, e ainda sem toilete a condizer para a Passagem do Ano, e sabendo que se estiver tudo bem ainda terei de fazer fisioterapia,... e se não tiver ainda me habilito a uma cirurgia seguida de mais uma dose de gesso,... isto é giiiro...

Assim para desanuviar, hoje vou-me deleitar a escrever sobre as vicissitudes de se ter um pulso de gesso.

O que não consigo fazer e me irrita

- esticar o cabelo: todas as manhãs é uma tourada, não consigo agarrar nem a escova nem o secador com a mão engessada, e já fiz vários malabarismos, ...então acabo por secar o cabelo de cabeça para baixo e fico com o magnífico aspecto de um leão que andou à tareia com outro e despenteou a juba. Engessada mas...Deslumbrante!

- pintar as unhas: é impossível.. não consigo agarrar o pincel com a mão engessada, nem virar o pulso para a pintar com a outra...uma tortura logo para mim que sou viciada no cheiro tóxico do verniz...faz bem ao meu neurónio para ele não pensar muito.

- fechar casacos: é um sufoco porque não consigo agarrar com a mão engessada e no outro dia até tive de pedir ao meu médico no fim da consulta para me dar uma ajudinha... shame on me! Bom, na verdade ele para mim bate o Clooney aos pontos :-))

 - Cortar a comida : é terrível... eu sei que podia bem fazer uma dietinha de líquidos, afinal engordei um quilito nos Sates e vem aí o Natal... mas ninguém quer ir comigo comer sopas e com tanto almoço e jantar que tenho tido, habilitam-se! Tenho a sorte de ter sempre amigos que lá me vão partindo o feijão verde, arranjando o peixe, e até ehehe descascar camarão, querida MM que seria eu sem ti?! São todos uns queridos. Comidinha à boca... não preciso obrigada, assim como assim,... deixo essas coisas para quem gosta apaixonadamente de mim, e é garantida uma refeição saborosa ;-)

- Dar a mão aos meus 2 filhos: "num dá", a malta tenta todas as manhãs, aí eu reservo a mão engessada para o mais velho e digo "agarra o braço da mamã"... e na minha eloquência habitual grito-lhe passado 10 segundos "não estás a agarrar" e o piqueno refila "estou, estou, mas isto é duro"...ahhhh tinha-me esquecido que não sentia atavés do gesso... cool... by the way, havia de por gesso noutras partes do corpo.

- colocar perfume no pulso direito: não tenho força a carregar com os dedos da mão engessada, já tentei várias hipótes de carregar no botão com o braço e quase que já ía partindo o meu novo frasco The One da D&G...give up..esfrego o pulso no pescoço.

- Tomar banho normalmente: confesso que já estou farta de tomar banho com o braço envelopado num saco plástico esticado para a frente, colocar shampôo na perna que tenho de apoiar no parapeito da banheira para depois agarrar e lavar o cabelo,... and so on...a bem dizer já me vejo um dia a cair na banheira e lá se vai uma perna...

- Concentrar-me no importante: bem, este já é um problema crónico e a má circulação sanguínea no braço pode piora-lo...ando a ler uns livros para isso, vou tomamdo uns medicamentos naturais,... talvez compre lentes verdes para 2009, a ver se enfrento corajosamente e repelo olhares indesejáveis.

O que não consigo fazer mas não me irrita

- Conduzir bem- confesso que esta também não conseguia antes... mas agora só com uma mão é mais emocionante, então quando atendo o telefone e lá vou sem mãos ainda melhor... eu sei que dá multa, mas ainda não tenho motorista... e ficar dependente é horrível...eu consigo... só não faço piscas mas também... mais buzinadela menos buzinadela...who cares?

- Trabalhar depressa - paciência... uma só mão chega, sem pressas nem stresses lá vou dedilhando, e quando estou ao telefone não posso ir escrevendo porque a mão engessada não agarra o telefone...aguentem-se poque senão fico em casa!

- Fazer algumas coisitas domésticas - não é que faça muito, confesso, mas ao fim de semana sempre ía fazendo, e agora "num dá",...! E é só mimos!

- Abraçar os meus amigos - mas eles abraçam-me a mim e também é bom, retribuirei com todo o gosto logo que possa, vou-me desforrando nos beijos!

 

Pronto, já dá para terem uma ideia de como é, não é assim tãoooo mau... e pelo menos ando sempre de arma em punho para me defender!!! E consigo dançar lindamente, só alterei algumas coreografiazitas com o braço esquerdo mas ninguém nota! Ontem fui sair com uns colegas do trabalho e desenrrasquei-me lindamente, nem me lembrava do meu adereço novo!

E nos próximos 3 dias vou andar em jantares, festas e afins, se der quero ver se escrevo uma história para a Fábrica de Histórias sobre fantasmas e véspera de Natal... brrr! Já ando com umas ideias, apesar de te tido zero colaboração a quem pedi, who cares, passou à história, já não quero saber, eu consigo matutar sozinha.

E aqui fica uma música antiga que hoje ouvi dos Toranja para todos os seres super hiper mega auto-confiantes deste planeta, que inveja ser assim...

 

publicado às 22:43


2 comentários

Sem imagem de perfil

De psoquevemdepois a 19.12.2008 às 11:44

Realmente ter assim uma certa incapacidade para fazer algo é muito irritante tal como dizes tem as suas coisas más e algumas(poucas) boas tais como ter alguem a arranjar a nossa comidinha.
Mas sente se ai uma grande frustação..mágoa...desilusão não sei bem qual destas palavras será a mais correcta mas nota se que algo não está muito bemisto deve de ser do Natal....
Beijocas grandes
Imagem de perfil

De Closet a 20.12.2008 às 15:59

é verdade... numa altura destas cheia de festas, almoços e jantares e... estar debilitada, não conseguir estar no meu melhor e vestir o quero,...deixa-me furiosa...ainda bem que hoje o maridão ajudou-me a secar o cabelo e já estou mais apresentadinha para o jantar que tenho hoje eheh... nada como um cabelo esticado e unhas vermelhas pintadinhas!!! Mas ando com menos dores, estou a melhorar, fica descansada ;-)
Vê se ficas também tu bem, sai um pouco, vai dançar! Beijocas grandes.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031