Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não te vejo

por Closet, em 12.04.11

 

Não te vejo, tu não me vês.

Os nossos mundos não se tocam.

Procuramos exaustos um rumo ou explicação.

Um caminho.

Não me vês, eu não te vejo.

Apenas um crespusculo de luz que rompe no escuro. 

com a nitidez capaz de ofuscar a desilusão.

Levantar o corpo rígido, desprevenido.

Seguir em frente, sem medo.

Há a dor que transpira saudade

Com a violência de um sismo.

Quer destapar a mágoa.

Quebrar de novo, se for preciso.

Ver-te a ti. Veres-me a mim.

Onde estás que não te vejo?

 

 

publicado às 18:45


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Abril 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930