Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fábrica de Histórias

por Closet, em 09.01.11

 

Ancorada

 

Os anos passaram gigantes, pesados. Num arrastar de dias, horas, minutos. Daquilo a que chamam tempo, aquele que, dizem, tudo cura.

Ana curou-se do tempo que a congelou por dentro, que sugou o sangue e lhe arrancou a alma que largou ao vento.

Pensou, ingénua, que voara para longe, distante do mar agitado e louco de espuma de raiva batida e dos arrepios a percorrerem-lhe o corpo frágil despido. Pensou que jamais voltaria a tremer ao embate de um olhar intenso. Que as palavras estariam gastas e que era imune ao calor do abraço perdido.

Os anos passaram, vazios das memórias queimadas, empedercidos de uma saudade antiga. Passaram por ela com uma destreza pálida, doentia, numa paz imperfeita que nem ela mesmo sabia. Passaram vagabundos num estrada infinita, alheios à cor da vida. Passaram despercebidos até ao dia em que Ana perdeu o pé num oceano profundo. Perdeu o fôlego, perdeu as forças. Não percebeu como. Agitou as pernas e os braços para manter-se à superfície e ofegante lutou com o seu próprio corpo para continuar a respirar. Num remoinho que a puxava para o fundo, instável e louco, vibrante. Palpitava-lhe, nas veias agora quentes, o sangue nervoso. Ana sentiu-lhe a emoção, como uma melodia doce que a envolve no escuro. Onde dança livre, selvagem. Rodopiava e seguia por instinto o olhar que lhe sorria. Inebriante e sôfrego. Por momentos Ana pensou-se afogada naquele olhar antigo, não sabia se respirava, se vivia... Assustada, do turbilhão que sentia, do tempo que se fez minusculo, da noite que se fez dia. Do sol, do imenso arco-íris no remoinho confuso que sentia. Naquele momento insano, Ana boiava angustiada ao sabor da corrente, ancorada ao paraíso que sonhava. Um dia.

 

Texto escrito para a Fábrica das Histórias

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:58


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Natacha a 10.01.2011 às 11:45

Abri as portas do closet, sem permissão é certo, mas arrisquei, e revi-me na tua forma de escrever.
Gostei, parabéns!
Imagem de perfil

De Closet a 12.01.2011 às 00:20

Obrigada, volta sempre! Também gostei muito do teu texto!
Imagem de perfil

De viajanteintemporal a 11.01.2011 às 23:18

Excelente, como sempre.
Tive para escrever sobre esta fotografia, mas desisti.
beijinhos
Imagem de perfil

De viajanteintemporal a 11.01.2011 às 23:19


Excelente, como sempre.
Estive para escrever sobre esta fotografia, mas desisti.
beijinhos
Imagem de perfil

De viajanteintemporal a 11.01.2011 às 23:23

Quando se quer fazer várias coisas ao mesmo tempo alguma coisa corre mal. Desculpa, podes apagar o meu primeiro comentário. beijocas
Imagem de perfil

De Closet a 12.01.2011 às 00:19

 :) ficou giro, deixa estar!! assim só para eu ter a certeza que gostaste!! bjss

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031