Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lá fora

por Closet, em 20.12.10

 

Fica a olhar pelo vidro enquanto a vida corre lá fora, apressada.

Escorre, em pingos mortos de chuva, que deslizam na janela. Embaciada, turva. A vida embate e escorrega, perdendo naquele vidro a sua força e o seu calor.

Por vezes não vê nada. Imagina apenas como será. Aquela vida que corre apressada, lá fora, do outro lado.

Vê-o passar, outra vez. O mesmo andar desengonçado. O sorriso nos lábios, no olhar, nos braços.

Vai agarrado a ela. As mãos envolvem o seu corpo, num fogo que arde devagar e lhe percorre as costas sem medo. Intenso. Tudo nele é intenso e louco. Desregrado. Os dois caminham num só corpo, perdidos um no outro, como um fio de novelo embaraçado. E sorriem. Com as mãos soltas do tempo, em beijos escondidos das sombras do vento. Sorriem e matam os dias vazios, com tanto que dão de si.

Por instinto, um e outro, inventam-se constantemente e sonham-se eternamente. Encadeados pela paixão imortal que lhes rasga o peito e o queima de dor. Pintam-se da mesma cor, de formas incompreensíveis, contornos indefinidos. Fazem juras de amor.

Ela vê-os passar pelo vidro da janela. Onde pingam lágrimas frias de chuva, amargas com a tristeza dela.

Tags:

publicado às 20:09


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Dezembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031