Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Voltar a trás

por Closet, em 28.10.10

 

Podemos voltar atrás? Diz-me que podemos voltar atrás, só uma vez.

Tu não me deixas desamparada, eu corro atrás de ti como uma louca. 

Nada nos vai separar. Diz-me que queres voltar.

O amor não morreu, vive revolto, urgente, deixa-me voltar atrás, só mais uma vez.

Viver tudo de novo, a intensidade de chegar, de me envolveres nos teus braços compridos, quentes.

Diz-me que vais lá estar para me receber.

Desejar-me, alucinado de prazer.

Esse amor, adiado, sobreviveu. À dor, à distância, à derrota.

O amor esteve internado, em coma, intoxicado, mas não morreu.

Diz-me que podemos voltar atrás, só uma vez.

Começar de novo, o que não acabou e ficou suspenso no ar.

Pairou com o pó do tempo, num tecto gigante, envolto nas teias da incompreensão

Enredado, na desilusão que o mortificou por dentro

Num espectro vaziu, gelado, abandonado.

Sobreviveu! Imune ao calendário monótono, aos dias e noites sós.

Aparece, ferido mas vitorioso

Feroz e genuído, como antes, de paixão e embriaguez

Por isso diz-me, só hoje, 

que podemos voltar atrás, outra vez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:52


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31