Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nem sempre penso

por Closet, em 23.05.14

 

 

Nem todos os dias penso em ti.
Alguns imponho a distância, atando as mãos rebeldes com que te escrevo. 
Por vezes deixo-te vaguear pelos recantos onde não me vejo.
Existes em mim, simplesmente. Mas não te penso. 
Foste talvez um sonho feliz do meu passado.
E eu talvez ainda sangre um pouco de ti a cada passo, ou rasgue os lábios sequiosos com que te beijo no escuro.
Sei que me persegue o rasto suado do teu corpo esquivo, num compasso apressado, rouco de orgulho.
É assim que te lembro na memória dos meus olhos cansados. A tua pele macia entre os meus dedos, o olhar intenso, esfomeado de amor. Podíamos ter sido os amantes perfeitos, dizias. Houvesse em nós um pouco de calma para assustar os medos, ou coragem para derrotar os enganos.  Mas o tempo avança rápido, curandeiro da sorte.
Agora, nem sempre penso em ti. Sabias?
Por vezes esqueço a dormência com que te amo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02

Barco vazio

por Closet, em 26.05.10

 

 

Como um barco vazio, atracado longe do mar.

Assim são as paixões insatisfeitas,

assim são os sonhos por concretizar.

Um barco abandonado em parte incerta

Mas que ainda tem esperança de navegar.

Assim são as paixões contrariadas,

assim ficam sonhos a naufragar.

Um barco ancorado em terra

remos que se perderam no mar

sereias que emergindo o puxam,

o arrastam para qualquer lugar.

Paixões.

Sonhos.

São como barcos solitários,

fastasmas imaginários

que comandamos em alto mar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:27


Mais sobre mim

foto do autor


Calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Posts mais comentados